Home > 3 > Como Escolher o Montante do Depósito de Capital Social

Como Escolher o Montante do Depósito de Capital Social

By Rauva

Published on 22 September 2023

5 mins read

Share
share article icon
Detail Article Image

Como Escolher o Montante do Depósito de Capital Social em Portugal

Aviso Legal: Embora a equipa da Rauva se esforce por manter esta informação atualizada, recomendamos sempre procurar o aconselhamento de profissionais legais e financeiros para auxiliar na tua situação única.

Iniciar um negócio em Portugal requer uma cuidadosa consideração de muitos factores, e outra tarefa que terás de adicionar à tua lista de afazeres é determinar o montante do depósito de capital social, ou fundos iniciais, que vais precisar para lançar a tua empresa.

Para além de ser apenas a quantia de dinheiro no banco que vais precisar para lançar as tuas operações, terás também de declarar o montante do teu depósito de capital no momento da incorporação da empresa - e este montante é registado na documentação legal da tua empresa e serve como um compromisso financeiro com o negócio, garantindo o seu profissionalismo, estabilidade inicial e crescimento.

Neste guia, vamos dar uma vista de olhos nos principais fatos que precisas de saber sobre a escolha do montante do depósito de capital para o teu negócio, incluindo o tipo de negócio, requisitos da indústria e sustentabilidade a longo prazo.

O que é o Capital Social?

O capital social é uma quantia em dinheiro que investes na tua empresa no ato da sua constituição como uma demonstração de compromisso financeiro e é usada durante o processo de formação da empresa para abrir a conta bancária da mesma.

O montante mínimo requerido é de €2, ou €1 para uma Sociedade Unipessoal, no entanto, deves estar ciente de que os bancos e outras instituições financeiras irão considerar este montante ao determinar se fornecerão financiamento para o teu negócio, por isso é recomendável que invistas uma quantia maior, idealmente pelo menos €5.000, se puderes.

Como parte do processo de criação da empresa, terás de depositar o montante alocado do capital social na tua nova conta bancária da empresa dentro de 5 dias úteis após o ato de registo da empresa. 

Fatores a Considerar ao Escolher o Montante do Capital Social

1. Tipo de Negócio e Indústria

O tipo de negócio que planeias iniciar desempenha um papel na determinação do montante apropriado de capital social. Diferentes indústrias têm diferentes níveis de custos iniciais e despesas operacionais. Por exemplo, uma startup de tecnologia pode exigir um investimento inicial maior em comparação com um negócio baseado na prestação de serviços.

2. Plano de Negócios e Escala

Alinhar o capital social com o teu plano de negócios é crucial. Considera a escala das operações que imaginas para o teu negócio. Vais começar pequeno e expandir gradualmente ou tens planos de crescimento agressivo? O teu plano de negócios deve fornecer informações sobre os recursos financeiros necessários em diferentes fases.

3. Requisitos Legais e Regulamentares

Certifica-te de pesquisar os requisitos legais e regulamentares específicos para a estrutura de negócios escolhida em Portugal. Certas estruturas de negócios podem ter requisitos mínimos de capital social que precisas de cumprir. Cumprir ou exceder esses requisitos garante conformidade e credibilidade.

4. Despesas Projetadas e Fluxo de Caixa

Faz o teu melhor para calcular detalhadamente as despesas iniciais necessárias para configurar o negócio. Considera custos como compras de equipamentos, taxas legais, despesas de marketing inicial e não te esqueças de considerar o fluxo de caixa mensal necessário para sustentar o teu negócio até que ele se torne lucrativo. Um capital social suficiente pode fornecer uma rede de segurança durante essas fases iniciais.

5. Metas Financeiras e Tolerância ao Risco

Define as tuas metas financeiras e a tua tolerância ao risco. Com que rapidez esperas ter lucro? Estás disposto a investir uma quantia maior para um crescimento mais rápido? Avalia a tua disponibilidade para o risco e escolhe um montante de capital social que esteja alinhado com o teu nível de conforto e objetivos de negócio a longo prazo.

4 Etapas para Calcular o Capital Social

1. Identifica as Despesas Iniciais: Cria uma lista detalhada de todas as despesas iniciais, incluindo custos únicos como compras de equipamentos, taxas legais e despesas de marketing.

2. Estima as Despesas Correntes: Projeta despesas operacionais mensais, como aluguer, salários dos funcionários, serviços públicos e custos de estoque. É sensato reter algumas despesas mensais, se possível.

3. Considera Contingências: Aloca uma percentagem do capital social total para contingências imprevistas. Um bom objetivo seria reservar 10-15% para emergências.

4. Pensa na Sustentabilidade a Longo Prazo: Calcula o capital necessário para sustentar o teu negócio durante pelo menos os primeiros meses, tendo em consideração o crescimento esperado da receita e os custos operacionais.

Opções de Financiamento para o Capital Social

O financiamento do capital social pode ser feito através de várias vias:

  • Poupanças Pessoais: Usar as tuas poupanças pessoais é uma maneira comum de financiar o capital social, ou pedir emprestado a amigos e familiares.
  • Empréstimos Empresariais: Considera a possibilidade de solicitar empréstimos empresariais em bancos ou instituições financeiras.
  • Investidores: Atrai potenciais investidores que partilham a tua visão para o negócio.
  • Bolsas e Subsídios: Pesquisa por bolsas ou subsídios governamentais disponíveis para startups em Portugal.

Perguntas Frequentes

Qual é a importância do capital social ao iniciar um negócio?

O capital social demonstra o teu compromisso com o negócio e fornece estabilidade financeira inicial.

Existem requisitos legais para o montante de capital social?

O montante mínimo exigido para uma Sociedade Limitada é de €2, ou €1 para uma Sociedade Unipessoal. Outras estruturas de negócios em Portugal podem ter requisitos mínimos de capital social, por isso é uma boa ideia pesquisar as obrigações legais específicas da estrutura que escolheste.

Conclusão

Escolher o montante certo de capital social é um passo importante na criação do teu negócio em Portugal.

Ao considerar o tipo de negócio, a indústria, as despesas e a tua tolerância ao risco, podes determinar o montante ideal para garantir uma base sólida e um crescimento sustentado. Lembra-te de que procurar aconselhamento profissional e realizar uma pesquisa completa são essenciais para tomar decisões informadas que influenciarão o sucesso do negócio.

Share
share article icon
Written by Rauva

Our specialised team focuses on bringing relevant and useful content everyday for our community of entrepeneurs. We love to stay updated and we thrive on sharing the best news with you.

Subscribe to our newsletter

Receive the latests insights and trends to help you start and run your business.

Want to stay updated with our latest news?

No spam, ever. Your email address will only be used for the company news.

©Rauva - 2024
TwitterLinkedInFacebookInstagram
Rauva is partnered with Swan who will be providing all payment services to Rauva clients. Rauva does not have access to client funds. Funds are kept in accounts provided by Swan, held in BNP Paribas. Swan is an EMI, based in France, supervised, and regulated by ACPR/Banque de France. Swan is authorized to carry out such services in Portugal and registered with Banco de Portugal under the registration number 7893.
Rauva is not a certified accounting or legal services provider. As such, Rauva does not provide accounting and legal services. Rauva acts as an intermediary who facilitates the introduction to our customers of accounting and legal services Partners who are legally registered and certified in Portugal. A list of Rauva’s Partners can be found here.